Para qual programa de fidelidade transferir seus pontos do cartão de crédito?

Interessado em informações para aproveitar melhor os pontos de seu cartão de crédito na hora de transformá-los em milhas aéreas? Confira essa pesquisa que mostra qual o programa de fidelidade nacional apresenta o melhor custo x benefício na hora de resgatar sua passagem para voos domésticos, além de apresentar dicas imperdíveis. Confira!

Você sabia que uma passagem aérea de ida e volta para uma viagem dentro do Brasil pode custar entre 8 mil e 100 mil pontos, variando da mesma maneira que o preço de uma passagem aérea paga com dinheiro? Na pesquisa descobrimos que a diferença do número de pontos necessários para resgatar uma passagem num mesmo trecho/data pode chegar 500%, se compararmos diferentes empresas aéreas. Isso acontece porque não existe um valor fixo para o resgate, o que pode trazer surpresas desagradáveis na hora de usar os pontos.Foi analisada a quantidade de pontos necessária para se resgatar passagens em voos domésticos entre as 15 cidades do Brasil com maior movimentação de passageiros, comparando igualmente os programas de fidelidade de TAM, GOL, AZUL e AVIANCA.

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO:
• O número de vezes em que o programa de fidelidade ofereceu resgate com a menor quantidade de pontos entre as 15 cidades e 17 aeroportos pesquisados (235 possibilidades);
• A quantidade média de milhas necessárias para se resgatar uma passagem para as 15 cidades pesquisadas.

CIDADES PESQUISADAS:
Região Sudeste: 5 cidades e 7 aeroportos
Belo Horizonte
Campinas
São Paulo (Congonhas e Guarulhos)
Rio de Janeiro (Santos Dumont e Galeão)
Vitória

Região Sul: 3 cidades e 3 aeroportos
Curitiba
Florianópolis
Porto Alegre

Região Norte e Distrito Federal: 3 cidades e 3 aeroportos (Como a Região Centro Oeste possui apenas Brasília entre os 15 aeroportos mais movimentados do Brasil, consideramos o DF no âmbito da Região Norte, apenas para fins deste estudo).
Brasília (CO)
Belém
Manaus (NO)

Região Nordeste: 4 cidades e 4 aeroportos
Fortaleza
Natal
Recife
Salvador

RESULTADO DA PESQUISA
Quem se saiu melhor? Confira o ranking abaixo:

1o lugar: TAM Multiplus

elite-programas-milhas-tam-logo

O TAM Multiplus/Fidelidade ganhou em 13 das 15 cidades, oferecendo a opção de resgate com a menor quantidade de pontos em 147 trechos pesquisados, de 235 possíveis. A média de pontos necessários para resgate de uma passagem com 10 dias de antecedência foi de 9.356 nos trechos pesquisados.
Outro diferencial da TAM é que sua tabela de resgate permite que uma passagem de ida ou de volta seja resgatada por até 35 mil pontos, enquanto as concorrentes podem exigir até 50 mil. Para os clientes cartões TAM Fidelidade Vermelho, Vermelho Plus e Black a TAM é imbatível, pois oferece uma tabela de resgate diferenciada, onde o valor máximo de resgate para um trecho é de 15 mil pontos.

2o lugar: GOL Smiles

elite-programas-milhas-gol-logo
O Smiles da GOL ficou na segunda colocação, oferecendo a opção de resgate com a menor quantidade de pontos em 84 trechos pesquisados, de 235 possíveis. No entanto, a média de pontos necessários para resgate de uma passagem com 10 dias de antecedência foi de 12.937 pontos nos trechos pesquisados, 46,2 % a mais que a primeira colocada nesse quesito.

O Smiles oferece três vantagens importantes para seus clientes: a validade de 3 anos para as milhas, a computação de pontos transferidos do cartão de crédito para fins de progressão nos níveis Prata, Ouro e Diamante (na proporção de 15 para 1, onde 15 pontos do cartão de crédito somam 1 ponto de upgrade de nível do Smiles) e a possibilidade de reservar passagens com milhas, por alguns dias, antes de comprar. O maior problema do Smiles tem sido as constantes mudanças negativas nas regras do programa, muitas vezes sem sequer informar seus clientes.

3o lugar: Avianca Amigo

Avianca_2013
Apesar da terceira colocação, o Programa Amigo não ficou muito atrás do Smiles. O Amigo ofereceu a opção de resgate com a menor quantidade de pontos em 52 trechos pesquisados, de 235 possíveis, sendo que a empresa opera em apenas 10 das 15 cidades do estudo. A Avianca ficou em primeiro lugar na média de pontos necessários para resgate de uma passagem com 10 dias de antecedência, com apenas 8.849 pontos por trecho.

O Programa Amigo enfrenta três limitações importantes: a pouca quantidade de bancos conveniados; o pequeno número de parceiros aéreos (que deve se resolver com a entrada da empresa na Star Alliance em julho de 2015) e a ainda restrita malha aérea da Avianca Brasil. Apesar disso, o Programa Amigo é o único que permite o acúmulo de pontos de uma família numa mesma conta, facilitando a vida de quem viaja acompanhado.

4o lugar: Azul TudoAzul

Azul
O TudoAzul decepcionou e ficou em último lugar nos dois critérios pesquisados. A Azul não conseguiu ganhar das concorrentes nem em Campinas e Belo Horizonte, seus hubs. O programa ofereceu a opção de resgate com a menor quantidade de pontos em apenas 17 trechos pesquisados, de 235 possíveis, exigindo, uma média 15.839 pontos para resgate de um passagem com 10 dias de antecedência, 79% a mais que a primeira colocada.

A maior limitação do Programa TudoAzul é oferta restrita de assentos da Azul, que apesar de operar em 103 destinos, oferece pouca frequência e/ou opera com aeronaves com menor capacidade e, consequentemente, menos opções e maior custo para os consumidores. Apesar disso, a Azul também permite a computação de pontos transferidos do cartão de crédito para fins de progressão dos níveis Topázio, Safira e Diamante, na proporção de 15 para 1 (15 pontos do cartão de crédito somam 1 ponto de upgrade de nível do TudoAzul).

Importante: a quantidade de pontos para resgate de passagens nacionais tende a ser muito maior do que a apresentada na pesquisa em feriados, datas festivas e no período de férias escolares (julho, dezembro, janeiro e fevereiro), período onde os voos tem maior ocupação. Portanto, fique atento e valorize suas milhas. Pagar até 100 mil pontos para uma viagem de ida e volta dentro do Brasil não é um bom negócio, seja qual for o trecho. Com essa quantidade de pontos é possível ir e voltar duas vezes para os Estados Unidos, em vários programas de fidelização.

Além disso, o resultado da pesquisa precisa ser analisado numa perspectiva mais ampla. Não estamos afirmando que o programa A é melhor que o programa B e vice-versa. Mas a pesquisa indicou um padrão de custo de milhas por trecho, que se manteve igual nas 3 datas de consulta, em diferentes semanas. No entanto, para uma reflexão mais completa, é importante considerar também como funciona o acúmulo de pontos em cada programa, já que as regras são diferentes. Algumas empresas aéreas vendem facilidades na hora de transferir os pontos do cartão de crédito para o programa de fidelidade, mas criam dificuldades e um custo muito alto na hora do resgate. Fique atento e pesquise antes de transferir! Inclusive qual é o preço da tarifa paga, pois durante promoções de passagens pagas com dinheiro pode ser um bom negócio guardar as milhas para futuras oportunidades.

Para facilitar a sua vida, conheça as principais regras e diferenciais dos 4 programas de fidelidade nacionais. Elas definem a validade dos pontos, vantagens e restrições no seu uso.

Programas-fidelidade-milhas-regras

CONFIRA A PESQUISA EM DETALHES – VISÃO DE CONJUNTO
Confira a quantidade de vezes que cada empresa aérea ofereceu a melhor opção de resgate e a quantidade média de pontos necessários para viajar em cada região, nas tabelas a seguir.

Tabela2

Tabela3

CONFIRA AS MELHORES OPÇÕES DE RESGATE EM SUA CIDADE:

SUDESTE

Belo Horizonte

A TAM se mostrou a melhor opção para os mineiros que desejam viajar para todas as regiões, com exceção da Região Sul, para onde a GOL venceu a disputa. Destaque negativo para a Azul, que ficou na pior colocação em 12 das 16 opções pesquisadas, exigindo uma média de 11.367 pontos por trecho, 67% pontos a mais do que a TAM.

BeloHorizonte

Campinas

O custo do resgate de passagens saindo de Campinas se mostrou, na média, 13% maior do que de São Paulo (Congonhas/Guarulhos). Para quem voa de Campinas para outras cidades do Sudeste, a GOL se mostrou a melhor opção. Para o Sul, a Azul ganhou disparado. A TAM foi a melhor para as cidades do Nordeste.

Campinas

São Paulo

A GOL se mostrou a melhor opção para os paulistanos que desejam voar para as demais cidades do Sudeste e para o Sul. A TAM se mostrou a melhor para os destinos do Norte e a Avianca para o Nordeste. Destaque negativo para a Azul, que ficou na pior colocação em 6 das 14 opções pesquisadas, exigindo uma média de 16.438 pontos por trecho, mais do que o dobro cobrado pela Avianca.

SaoPaulo

Rio de Janeiro

Os cariocas e fluminenses encontram na GOL a melhor opção para viajar para as cidades do Sul e do Sudeste. A TAM se mostrou melhor para a Região Norte. Destaque negativo para a Azul, que ficou na pior colocação em 11 das 15 opções pesquisadas, exigindo uma média de 14.769 pontos por trecho, 85% a mais que a Avianca.

RioDeJaneiro

Vitória

A TAM e a GOL empataram quando o destino são as cidades da Região Sudeste e do Sul. Para o Norte e o Nordeste, a TAM se mostrou a melhor opção. Destaque negativo para a Azul, que ficou na pior colocação em 12 das 16 opções pesquisadas, exigindo uma média de 17.179 pontos por trecho, 84% a mais que a TAM.

Vitoria

REGIÃO SUL

Curitiba

A GOL se mostrou a melhor opção para os curitibanos que desejam voar para o Sudeste, Porto Alegre e Brasília. A TAM se mostrou a melhor para os destinos do Norte e Nordeste. Destaque negativo para a Azul, que ficou na pior colocação em 14 das 16 opções pesquisadas, exigindo uma média de 15.067 pontos por trecho, 75% a mais do que o cobrado pela TAM.

Curitiba

Florianópolis

A TAM se mostrou imbatível para quem mora em Floripa e deseja viajar para qualquer um das cidades pesquisadas, com exceção de Brasília, onde GOL e Avianca ganharam a disputa. Na média de pontos exigidas para resgate, a TAM também ficou em primeiro lugar, com 8.857 pontos por trecho.

Florianopolis

Porto Alegre

A TAM se mostrou imbatível para os gaúchos que desejam viajar para qualquer um das cidades pesquisadas, com exceção de Brasília, São Paulo e Curitiba, onde GOL e Avianca ganharam a disputa. Na média de pontos exigidos para resgate, a TAM também ganhou, com 8.625 pontos por trecho.

PortoAlegre

Brasília

A Avianca se mostrou imbatível para os moradores do Distrito Federal, onde possui seu principal hub. Quem deseja sair de Brasília para o Sudeste, Sul ou Norte encontra na Avianca a melhor opção e também o menor valor médio de pontos por trecho, 5.645. A GOL é a melhor opção para quem deseja voar para o Nordeste partindo de Brasília.

Brasilia

Belém

A TAM se mostrou imbatível para os paraenses que desejam viajar para qualquer um das cidades pesquisadas, com exceção de Manaus, onde a GOL venceu a disputa. Na média de pontos exigidos para resgate, a TAM também ganhou, com 11.438 pontos por trecho.

Belem

Manaus

A TAM se mostrou imbatível para quem deseja voar de Manaus para qualquer um das cidades pesquisadas, com exceção de Brasília e de Belém, onde a GOL venceu a disputa, e de Belo Horizonte, onde a Azul oferece a opção mais econômica. Na média de pontos exigidos para resgate, a TAM também ficou em primeiro lugar, com 11.875 pontos por trecho.

Manaus

REGIÃO NORDESTE

Fortaleza
A TAM se mostrou imbatível para os cearenses que desejam para qualquer um das cidades pesquisadas. Nos destinos da Região Sul, e em parte do Sudeste, a TAM empatou com a Avianca, que também ganhou na média de pontos necessários para resgate, com 9.250 pontos.

Fortaleza

Natal

A TAM se mostrou imbatível para quem deseja voar desde Natal para qualquer um das cidades pesquisadas, com exceção de São Paulo, Florianópolis e Brasília, onde a Avianca levou a melhor, e em Belém e Fortaleza, onde a GOL ofereceu a melhor opção. Na média de pontos exigidas para resgate, a Avianca ficou em primeiro lugar, com 8.875 pontos por trecho, apesar de voar para apenas 8 dos destinos pesquisados partindo de Natal.

Natal

Recife

A TAM se mostrou imbatível para os pernambucanos que desejam para qualquer um das cidades pesquisadas, com exceção de Natal, onde a Azul apresentou a opção com menor custo. Na média de pontos exigidos para resgate, a TAM também ficou em primeiro lugar, com 9.467 pontos por trecho.

Recife

Salvador

A TAM se mostrou imbatível para os baianos que desejam para qualquer um das cidades pesquisadas, com exceção de Belo Horizonte, onde a GOL apresentou a opção com menor custo em milhas. Na média de pontos exigidas para resgate, a TAM também ficou em primeiro lugar, com 8.375 pontos por trecho.

Salvador

Se a sua cidade não apareceu na pesquisa, lembre-se que você pode pesquisar a quantidade de pontos necessários para resgate no site das empresas aéreas.

METODOLOGIA DA PESQUISA

  • Foram selecionadas as 15 cidades com os 17 aeroportos mais movimentados do Brasil, de acordo com a ANAC e Infraero;
  • Foi considerada a menor pontuação disponível em voos diretos entre as localidades, ou com escala ou conexão com intervalo máximo de 150 minutos de duração, para evitar comparações com voos com conexões com duração muito longa;
  • Voos com conexão foram sinalizados com “*”, considerando o limite de até 150 minutos estabelecido na metodologia da pesquisa;
  • Voos na madrugada, com decolagem entre 00h e 05h foram sinalizados com “^”;
  • A pesquisa foi realizada no dia 16/05/2015 (sábado), com voos para o dia 26/05/2015 (terça-feira, dia útil), sendo que todos os voos de/para determinada cidade foram pesquisados sempre na mesma data, para evitar comparações entre as empresas em dias diferentes. A pesquisa havia sido realizada anteriormente em outras duas datas também no mês de maio de 2015, seguindo os mesmos critérios, e não foram notadas diferenças significativas em seu resultado, especialmente no que se refere a diferença de pontos entre as empresas aéreas.
  • Nas cidades que são servidas por mais de um aeroporto, como São Paulo (Congonhas e Guarulhos) e Rio de Janeiro (Galeão e Santos Dumont), a pesquisa considerou voos com origem todos os aeroportos ao mesmo tempo, uma vez que não foi observada diferença de pontos significativa na variação destes aeroportos.
  • A pesquisa no Fidelidade TAM e no Smiles foi realizada sem utilizar o login, considerando, respectivamente, o status de cartão branco na TAM e cartão Smiles na GOL, para que os benefícios da tabela diferenciada de resgate para cartões vermelho na TAM ou a promoção de desconto para cartões Smiles Diamante ou Clube Smiles na Gol não gerassem uma distorção na comparação com as demais empresas aéreas.

DICAS PARA QUEM VAI CONVERTER OS PONTOS DO CARTÃO DE CRÉDITO EM MILHAS

  1. Aguarde as promoções que oferecem bônus para transferências de pontos do seu cartão de crédito para os programas de fidelidade. É possível ganhar entre 10% e 100% de bônus sobre o valor transferido;
  2. Fique atento às promoções de resgate promocional de passagens. É possível resgatar passagens a partir de 2 mil pontos nos períodos promocionais;
  3. Pesquise os trechos e datas desejados no site das empresas aéreas e verifique a quantidade de pontos necessários em cada uma delas. A quantidade de pontos necessária pode variar até 500% de uma companhia para outra. Finais de semana se mostram o melhor período para emitir passagens resgatadas com milhas;
  4. Lembre-se de que a quantidade de pontos necessários para a viagem pode variar a qualquer momento, a critério da companhia, inclusive no período necessário para que os pontos resgatados do cartão de crédito sejam disponibilizados no programa de fidelidade da empresa aérea, o que pode levar de 2 a 15 dias;
  5. Cuidado com a validade das milhas. Geralmente, na conta do programa de fidelidade da empresa aérea, os pontos vencem após 2 anos a contar da data de transferência. Alguns programas permitem recuperar milhas vencidas, mas isso custa caro.
Fonte: Melhores Destinos